Seguidores

terça-feira, 21 de abril de 2015

A TENTAÇÃO DE JESUS - LIÇÃO 03 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD  -  Adultos


2º Trimestre de 2015

Título: Jesus, o Homem Perfeito — O Evangelho de Lucas, o médico amado
Comentarista: José Gonçalves



Lição 4: A tentação de Jesus
Data: 26 de Abril de 2015

TEXTO ÁUREO

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado” (Hb 4.15).

VERDADE PRÁTICA

Jesus firmou-se na Palavra de Deus para vencer Satanás. Assim devemos agir para obter a vitória.

LEITURA DIÁRIA

Segunda — Lucas 4.2; 1Co 10.13
A tentação é uma realidade para todos os crentes



Terça — Lc 4.3; 1Pe 5.8
A necessidade constante de vigilância ante a tentação



Quarta — Gn 3.6; Lc 4.3,4
A tentação de ser saciado em um momento de necessidade



Quinta — Lc 4.5-8
A tentação de ser prestigiado e assim descumprirmos o propósito divino



Sexta — Lc 4.9
A tentação de ser notado quando Deus quer discrição



Sábado — Lc 4.12,13
Em Jesus Cristo podemos vencer a tentação

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Lucas 4.1-13.

1 — E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto.
2 — E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e, naqueles dias, não comeu coisa alguma, e, terminados eles, teve fome.
3 — E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão.
4 — E Jesus lhe respondeu, dizendo: Escrito está que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra de Deus.
5 — E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe, num momento de tempo, todos os reinos do mundo.
6 — E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.
7 — Portanto, se tu me adorares, tudo será teu.
8 — E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás.
9 — Levou-o também a Jerusalém, e pô-lo sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo,
10 — porque está escrito: Mandará aos seus anjos, acerca de ti, que te guardem
11 — e que te sustenham nas mãos, para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra.
12 — E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: Não tentarás ao Senhor, teu Deus.
13 — E, acabando o diabo toda a tentação, ausentou-se dele por algum tempo.

HINOS SUGERIDOS

75, 308, 422 da Harpa Cristã

OBJETIVO GERAL

Mostrar que Jesus foi tentado, mas venceu toda tentação pelo poder da Palavra de Deus.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

·   I. Compreender a realidade da tentação.
·   II. Explicar como Jesus venceu a tentação de ser saciado.
·   III. Saber como Jesus venceu a tentação de ser celebrado.
·   IV. Analisar as artimanhas do Inimigo para que Jesus cedesse à tentação de ser notado.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR

O Diabo é um anjo do mal que, dia e noite, procura fazer com que os servos de Deus sejam seduzidos pelo pecado. Como homem Jesus também foi tentado em tudo (Hb 4.15b), mas o Mestre venceu toda tentação. O Inimigo foi derrotado em todas as áreas na vida de Jesus. A tentação vem para todos os filhos de Deus, porém, a Palavra do Senhor nos garante que, se resistirmos ao Diabo, ele fugirá de nós (Tg 4.7).
Lucas diz que o Diabo se ausentou de Jesus por um tempo (Lc 4.13), ou seja, até encontrar outra oportunidade para atacá-lo novamente. Jesus estava iniciando seu ministério quando foi conduzido ao deserto para experimentar vários tipos de tentação, mas o Inimigo, mesmo sem sucesso, o tentou até a cruz.

COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO

A tentação é uma realidade com a qual todo crente, em algum momento, irá se deparar. Não existe ninguém que seja imune à tentação, pois até mesmo Jesus, o homem perfeito, foi tentado! A resposta à tentação não é, portanto, negá-la, mas enfrentá-la à luz da Palavra de Deus.
Nesta lição iremos aprender como Jesus enfrentou a tentação e derrotou Satanás. Veremos a sutileza do Diabo em tentar o Filho de Deus em um momento de extrema carência e necessidade física, e como o Filho do Homem o derrotou ao dizer “não” a cada uma de suas propostas. Por fim, destacaremos que a vitória de Jesus é também a nossa.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A INFANCIA DE JESUS - LIÇÃO 03 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD   -   Adultos
 2º Trimestre de 2015

Título: Jesus, o Homem Perfeito — O Evangelho de Lucas, o médico amado
Comentarista: José Gonçalves

Lição 3: A infância de Jesus
Data: 19 de Abril de 2015

TEXTO ÁUREO

E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens” (Lc 2.52).

VERDADE PRÁTICA

Crescer de forma integral e uniforme, como Jesus cresceu, deve ser o alvo de todo cristão.

LEITURA DIÁRIA

Segunda — Lc 2.40,52; Mc 6.31,32
Jesus ensina a respeito do cuidado com o corpo
 Terça — Lc 2.51
Jesus e o seu proceder familiar impecável
 Quarta — Lc 4.16
Jesus Cristo e a cultura do seu tempo
Quinta — Lc 12.50
Jesus e o desenvolvimento da personalidade
 Sexta — Lc 20.19-26
Jesus e o controle emocional diante das dificuldades
 Sábado — Lc 2.46-49
Jesus e o fortalecimento do espírito

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
 Lucas 2.46-49; 3.21,22.
 Lucas 2
46 — E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.
47 — E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.
48 — E, quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu, ansiosos, te procurávamos.
49 — E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

Lucas 3
21 — E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu,
22 — e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como uma pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és meu Filho amado; em ti me tenho comprazido.

HINOS SUGERIDOS

179, 184, 190 da Harpa Cristã

OBJETIVO GERAL
 Apresentar a infância de Jesus Cristo segundo o Evangelho de Lucas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

I. Mostrar que Jesus cresceu fisicamente.
II. Conhecer como se deu o crescimento social de Jesus.
III. Saber como se deu o desenvolvimento cognitivo de Jesus.
IV. Aprender como se deu o desenvolvimento espiritual de Jesus.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR

Não temos muitas informações a respeito da infância de Jesus. Os Evangelhos são nossas únicas fontes confiáveis a respeito dessa fase da vida do Mestre. O Evangelho de Lucas nos mostra que, como Homem Perfeito, Ele experimentou um desenvolvimento saudável, como de qualquer criança de sua idade. A única diferença entre Jesus e os meninos de sua época era o fato de que Ele não tinha pecado.
Lucas também registra um incidente da infância do menino Jesus. Por meio desse incidente, podemos ver que, aos doze anos, Jesus já tinha plena consciência de sua relação com o Pai e acerca de sua chamada.

COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO

As Escrituras revelam que Jesus era plenamente Deus e plenamente homem! Ao dizerem que Jesus é cem por cento Deus e cem por cento homem, teólogos cristãos estão afirmando essa mesma verdade de uma outra forma. Deus se humanizou em Cristo (2Co 5.19) e isso é conhecido na teologia cristã como o grande mistério da encarnação.
Conhecer o Jesus divino é maravilhoso e bíblico, mas conhecer o Jesus humano o é da mesma forma. Aqui, vamos aprender que Jesus cresceu como qualquer ser humano. Ele cresceu física, social, psicológica e espiritualmente. Em cada uma dessas dimensões, Ele deixou ricos aprendizados para todos nós.

sábado, 11 de abril de 2015

VISITA NO DISTRITO DE ALCANTILADO

O POVOADO DE ALCANTILADO
É UM DOS DISTRITOS DE GUIRATINGA. ESTIVEMOS LÁ ESPIANDO A TERRA. BREVE ESTAREMOS INICIANDO UM TRABALHO MISSIONÁRIO ALI. ESSE POVOADO HÁ MUITAS ALMAS IMPORTANTES PARA DEUS. É O PRÓXIMO ALVO MISSIONÁRIO DA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA. EM NOME DO SENHOR JESUS.




terça-feira, 7 de abril de 2015

O NASCIMENTO DE JESUS - LIÇÃO 02 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD  -   Adultos
2º Trimestre de 2015

Título: Jesus, o Homem Perfeito — O Evangelho de Lucas, o médico amado
Comentarista: José Gonçalves
 Lição 2: O nascimento de Jesus
Data: 12 de Abril de 2015


TEXTO ÁUREO

E deu à luz o seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem” (Lc 2.7).


VERDADE PRÁTICA

Deus revelou seu amor à humanidade ao enviar a este mundo o seu filho Jesus.


LEITURA DIÁRIA

Segunda — Lc 1.55
Deus é fiel e cumpre as suas promessas

Terça — Lc 1.41
Deus revitaliza as profecias a respeito do Messias

Quarta — Lc 4.18; 6.20
Deus revela-se aos carentes e necessitados

Quinta — Lc 2.11
Deus revela a realeza do Messias para toda a humanidade

Sexta — Lc 2.25,26
Deus revela-se aos piedosos e às minorias

Sábado — Lc 2.36,38
Deus revela-se aos humildes e contritos de coração


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Lucas 2.1-7.

1 — E aconteceu, naqueles dias, que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse.
2 — (Este primeiro alistamento foi feito sendo Cirênio governador da Síria.)
3 — E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.
4 — E subiu da Galileia também José, da cidade de Nazaré, à Judeia, à cidade de Davi chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),
5 — a fim de alistar-se com Maria, sua mulher, que estava grávida.
6 — E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz.
7 — E deu à luz o seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.


HINOS SUGERIDOS

169, 184, 185 da Harpa Cristã


OBJETIVO GERAL

Mostrar que a vinda de Jesus Cristo ao mundo é uma prova do amor de Deus.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

I. Apresentar o nascimento de Jesus no contexto profético.
II. Conhecer como se deu o anúncio do nascimento de Jesus segundo Lucas.
III. Explicar o porquê de o nascimento de Jesus ter ocorrido entre os pobres.
IV. Mostrar o nascimento de Jesus dentro do judaísmo.


INTERAGINDO COM O PROFESSOR

Na lição de hoje estudaremos a respeito do nascimento do Filho de Deus. É importante lembrar que quando Jesus veio ao mundo, a Palestina estava debaixo do jugo do Império Romano. César Augusto era o imperador. Os imperadores romanos eram vistos por todos como um deus. Porém, o Rei dos reis em breve nasceria. Jesus nasceu em um lugar simples, em um estábulo. Seu berço não foi de ouro, foi uma simples manjedoura. Ele abriu mão de toda a sua glória para vir ao mundo salvar todos os perdidos. Jesus veio revelar-se aos piedosos e às minorias.
O decreto de César Augusto de que todos teriam que se alistar a princípio parece algo ruim para José e Maria, mas na verdade é uma prova de que Deus controla a história. Tudo contribuiu para que as profecias se cumprissem e o Filho de Deus nascesse em Belém (Mq 5.2).


COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO

Lucas narra o nascimento de Jesus, situando-o no contexto das profecias bíblicas e do judaísmo dos seus dias. O “silêncio profético”, que já durava quatrocentos anos, foi rompido pelas manifestações divinas na Judeia. A plenitude dos tempos havia chegado e o Messias agora seria revelado!
O nascimento de Jesus significava boas novas de alegria para todo o povo. Os pobres e os piedosos seriam os primeiros a receberem a notícia. Dessa forma, Deus mostrava que a salvação, por Ele provida, alcançaria a todos os homens.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

O EVANGELHO SEGUNDO LUCAS - LIÇÃO 01 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD  -   Adultos
 2º Trimestre de 2015

Título: Jesus, o Homem Perfeito — O Evangelho de Lucas, o médico amado
Comentarista: José Gonçalves



Lição 1: O Evangelho segundo Lucas
Data: 5 de Abril de 2015

TEXTO ÁUREO

Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado” (Lc 1.4).

VERDADE PRÁTICA

O cristão possui uma fé divinamente revelada e historicamente bem fundamentada.

LEITURA DIÁRIA

Segunda — Lc 3.1,2
O cristianismo no seu cenário histórico



Terça — Lc 1.1-4
O cristianismo se fundamenta em fatos



Quarta — Lc 16.16
O cristianismo no contexto bíblico



Quinta — Lc 2.23-28
O cristianismo em seu aspecto universal



Sexta — Lc 1.35; 5.24
O cristianismo e a deidade de Jesus



Sábado — Lc 4.18
O cristianismo e o Ministério do Espírito

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Lucas 1.1-4.

Lucas 1
1 — Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram,
2 — segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio e foram ministros da palavra,
3 — pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelentíssimo Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio,
4 — para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado.

HINOS SUGERIDOS

3, 46 e 162 da Harpa Cristã

OBJETIVO GERAL

Apresentar um panorama do Evangelho de Lucas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

·   I. Apresentar o terceiro Evangelho.
·   II. Conhecer os fundamentos e historicidade da fé cristã.
·   III. Afirmar a universalidade da fé cristã.
·   IV. Expor a identidade de Jesus, o Messias esperado.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR

Prezado professor, neste segundo trimestre estudaremos a respeito do terceiro Evangelho, cujo autor é Lucas, o médico amado. Seu relato é um dos mais completos e ricos em detalhes a respeito do nascimento e infância do Salvador. Lucas era um gentio, talvez por isso, em sua narrativa, procure apresentar a Jesus como o Filho do Homem. Ele apresenta o Salvador como o Homem Perfeito que veio salvar a todos, judeus e gentios.
O comentarista deste trimestre é o pastor José Gonçalves — professor de Teologia, escritor e vice-presidente da Comissão de Apologética da CGADB.
Que mediante o estudo de cada lição você possa conhecer mais a respeito do Filho de Deus, que se fez homem e habitou entre nós.
Tenha um excelente trimestre.