Seguidores

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

QUEDA E PROMESSA DE REDENÇÃO
A tentação de Eva e a queda do homem
Gn.3.1 Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?
Gn.3.2 E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
Gn.3.3 mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais.
Gn.3.4 Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
Gn.3.5 Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
Gn.3.6 E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
Gn.3.7 Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.

A Queda da humanidade

Muitas pessoas têm idéias falsas sobre o trágico acontecimento que envolveu o homem, no Paraíso. Há quem afirme que jamais houve tal fato, querendo insinuar que a narrativa bíblica sobre a Queda não passa de uma lenda. Lamentavelmente, entre esses incrédulos estão incluídos muitos que se dizem religiosos.

A Bíblia, a Palavra de Deus, a verdade (Jo 17.17), nos afirma que a harmonia do Paraíso foi transtornada quando o Diabo, um antigo querubim que se rebelou contra Deus, foi lançado à Terra. Certamente, por vingança, resolveu atacar a obra- prima da mão de Deus — o homem.
Sabemos que a causa eficiente para a Queda, no entanto, surgiu de uma atitu- de errônea do casal. A mulher, Eva, ao invés de honrar o acordo firmado com a voz de Deus, resolveu, usando o seu livre-arbítrio, dar ouvidos à voz do Inimigo, pecando contra o Senhor.
Idéias erradas quanto à Queda. Há algumas concepções errôneas quanto à tragédia em apreço:

1) Há quem afirme que o pecado do primeiro casal foi ter praticado a união sexual. Podemos afirmar, pela Bíblia, que essa afirmação não tem fundamento   nas Escrituras. Para tanto, basta observar que, em Gênesis 2, Deus já planejara a existência do pai e da mãe, antes da Queda, o que só tem sentido quando se tem a idéia da geração de filhos (Gn 2.24).
O casal foi exortado por Deus a se multiplicar e a encher a Terra (Gn 1.28). Essa multiplicação, evidentemente, só poderia concretizar-se através da união sexual, mostrando o Senhor que o homem e a mulher seriam unidos em “uma só carne” (Gn 2.24). Desse modo, vemos, sem maior necessidade de argumentação, que o ato sexual nada teve a ver com a Queda. Tal ato, pelo contrario, constitui-se numa das maiores expressões do amor de Deus — quando realizado de acordo com a sua vontade: entre mando e mulher, unidos pelos laços do matrimônio.

2) Outra expressão errônea é: “A maçã proibida”. Isso apenas comprova a íg- norância dos críticos gratuitos da Bíblia. Na Mesopotamia, região onde se situava o Eden, entre os rios Tigre e Eufrates, sequer existem condições climatológicas para a produção de maçãs! A Bíblia nos informa o tipo de fruto produzido pala árvore da ciência do bem e do mal, que era, na realidade, uma árvore concreta, no meio de milhares que existiam no Jardim (Gn 3.3). Não temos dúvida de que esses elementos sejam reais — árvore e fruto —, mesmo que desconheçamos suas natureza e constituição.

A invencioníce da “maçã proibida” é apenas uma dentre muitas demons- trações descabidas dos que querem diminuir o valor da Palavra de Deus. São aqueles que, em sua arrogância, se consideram doutores, mas sequer dão-se ao trabalho de examinar aquilo que combatem. Apesar dessas agressões in- fundadas e graciosas contra o Livro Sagrado, cumpre-se o que foi dito pelo profeta Isaías: “Seca-se a erva, caem as flores, mas a Palavra de Deus subsiste eternamente” (Is 40.8).

A verdade sobre a Queda. De acordo com a Bíblia, Deus pôs o homem no Eden para lavrá-lo e guarda-lo (Gn 2.25). Essa não era a única finalidade, pois sabemos que a presença do homem na Terra tem o sentido de adoração e glorificação ao Criador. O Senhor ordenou ao homem que ele poderia comer de toda a árvore do Jardim, com exceção de uma, a árvore da ciência do bem e do mal, que era, na verdade, um meio de prova, posto por Ele para que Adão e Eva exercessem a sua liberdade de modo consciente.

sábado, 24 de janeiro de 2015

MISSOES E EVANGELISMO NA A.D. DE GUIRATINGA

MAIS UM ABENÇOADO CULTO EVANGELISTICO FOI REALIZADO, GRAÇAS A DEUS A IGREJA CONTINUA FAZENDO MISSOES E EVANGELISMO.



sábado, 17 de janeiro de 2015

ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA FIRME NO EVANGELISMO

REALIZAMOS NESTE SABADO MAIS UM CULTO DE EVANGELISMO E MISSÕES. GRAÇAS A DEUS A IGREJA CUMPRE O "IDE DE JESUS". FOI UM CULTO MUITO ABENÇOADO.



quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

NÃO TERÁS OUTROS DEUSES - LIÇÃO 03 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD   -   Adultos

1º Trimestre de 2015

Título: A Lei de Deus — Valores imutáveis para uma sociedade em constante mudança
Comentarista: Esequias Soares

Lição 3: Não terás outros deuses
Data: 18 de Janeiro de 2015

TEXTO ÁUREO

“Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR” (Dt 6.4).

VERDADE PRÁTICA

O primeiro mandamento do Decálogo é muito mais que uma apologia ao monoteísmo; trata-se da soberania de um Deus que libertou Israel da escravidão do Egito.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - 2Rs 19.15 O rei Ezequias introduz a sua oração com uma expressão monoteísta
Terça - Ne 9.6 Neemias ressalta o monoteísmo na sua oração retrospectiva
Quarta - Mc 12.28-30 O Senhor Jesus ensina que Deus é único, o Criador dos céus e da terra
Quinta - Jo 17.3 A unidade de Deus não contradiz a divindade de Jesus
Sexta - Ef 4.4-6 O monoteísmo judaico-cristão não contradiz a doutrina da Trindade
Sábado - 1Co 8.6 O cristianismo é uma religião monoteísta

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Deuteronômio 5.6,7; 6.1-6.

5.6 - Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.
7 - Não terás outros deuses diante de mim.
6.1 - Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR, vosso Deus, para se vos ensinar, para que os fizésseis na terra a que passais a possuir;
2 - para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados.
3 - Ouve, pois, ó Israel, e atenta que os guardes, para que bem te suceda, e muito te multipliques, como te disse o SENHOR, Deus de teus pais, na terra que mana leite e mel.
4 - Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR.
5 - Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder.
6 - E estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração.

OBJETIVO GERAL

Amar a Deus, temê-lo e adorá-lo de todo o coração e sinceridade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

I. Explicar a autoridade da Lei.
II. Informar que o primeiro mandamento explicitava o anúncio de que havia um único Deus.
III. Mostrar a exegese do primeiro mandamento.
IV. Apresentar a relação entre monoteísmo e Trindade.

sábado, 10 de janeiro de 2015

ESBOÇOS BIBLICOS PARA SERMÃO

7 TESTEMUNHO SOBRE CRISTO

DOS GUARDAS: JAMAIS ALGUÉM FALOU COMO ESTE HOMEM ( JO 7:46 )
DOS FARISEUS: ELE RECEBE PECADORES ( LC 15:2 )
DOA MALFEITORES: MAIS ESTE NENHUM MAL FEZ ( LC 23:41)
DO CENTURIÃO: ELE É FILHO DE DEUS( MC 15:39 )( MT 21:9)
DA MULTIDÃO:QUEREMOS BARRABAS ( JO 18:39-40)
DO PAI : MEU FILHO AMADO ( MT 3;17)
DOS APOSTOLOS: PERDÃO ATRAVEZ DELE ( AT 10:38)


8 Fatos sobre Cristo ( HB 1.2,3)

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

O PADRÃO DA LEI MORAL - LIÇÃO 02 COM SUBSIDIOS



Lições Bíblicas CPAD    -    Adultos
 1º Trimestre de 2015

Título: A Lei de Deus — Valores imutáveis para uma sociedade em constante mudança
Comentarista: Esequias Soares

Lição 2: O padrão da Lei Moral
Data: 11 de Janeiro de 2015

TEXTO ÁUREO

“Então, vos anunciou ele o seu concerto, que vos prescreveu, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra” (Dt 4.13).

VERDADE PRÁTICA

As chamadas “lei moral”, “lei cerimonial” e “lei civil” são, na verdade, três partes de uma mesma lei que o Senhor Jesus já cumpriu na sua totalidade.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Êx 34.2Os Dez Mandamentos são chamados de “tábuas do concerto”
Terça - Ne 8.1,2,8,1A lei de Moisés e a lei do Senhor não são duas leis distintas
Quarta - Lc 2.22,2Não há diferença entre a Lei de Moisés e a Lei do Senhor
Quinta - Mc 12.28-32 Os dois maiores mandamentos não fazem parte da alegada lei moral
Sexta - Mt 5.17,18 O Senhor Jesus cumpriu toda a lei e a sua Palavra permanece para sempre
Sábado - Jo 1.17 A lei e a graça são os dois lados opostos de uma mesma moeda

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Deuteronômio 9.9-11; 10.1-5.

9.9 - Subindo eu ao monte a receber as tábuas de pedra, as tábuas do concerto que o SENHOR fizera convosco, então fiquei no monte quarenta dias e quarenta noites; pão não comi e água não bebi.
10 - E o SENHOR me deu as duas tábuas de pedra, escritas com o dedo de Deus; e nelas tinha escrito conforme todas aquelas palavras que o SENHOR tinha falado convosco no monte, do meio do fogo, no dia da congregação.
11 - Sucedeu, pois, que, ao fim dos quarenta dias e quarenta noites, o SENHOR me deu as duas tábuas de pedra, as tábuas do concerto.
10.1 - Naquele mesmo tempo, me disse o SENHOR: Alisa duas tábuas de pedra, como as primeiras, e sobe a mim a este monte, e faze uma arca de madeira.
2 - E, naquelas tábuas, escreverei as palavras que estavam nas primeiras tábuas que quebraste, e as porás na arca.
3 - Assim, fiz uma arca de madeira de cetim, e alisei duas tábuas de pedra, como as primeiras, e subi o monte com as duas tábuas na minha mão.
4 - Então, escreveu o SENHOR nas tábuas, conforme a primeira escritura, os dez mandamentos, que o SENHOR vos falara no dia da congregação, no monte, do meio do fogo; e o SENHOR mas deu a mim.
5 - E virei-me, e desci do monte, e pus as tábuas na arca que fizera; e ali estão, como o SENHOR me ordenou.

OBJETIVO GERAL

Apresentar a transitoriedade da Lei para a Dispensação da Graça.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Abaixo, os objetivos específicos referem-se aos que o professor deve atingir em cada tópico.
I. Mostrar o formato da Lei no Pentateuco.
II. Explicar a “morfologia” dos Dez Mandamentos.
III. Especificar a unicidade da Lei de Deus.
IV. Comparar a Lei com a Graça.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL - LIÇÃO 01 COM SUBSIDIOS





1Trim2015_LIÇÃO1: DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL

1º Trimestre de 2015
Lição 1
4 de janeiro de 2015

LIÇÃO1: DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL


TEXTO ÁUREO
“Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e os concertos, e a lei, e o culto, e as promessas.” (Rm 9.4)

VERDADE PRÁTICA
Uma nova nação despontava no horizonte e precisava de uma legislação que definisse as bases em que o povo devia viver, isto é, fundamentada nas promessas feitas aos patriarcas






LEITURA DIÁRIA
Segunda - Êx 34.27
A promulgação da lei é a cerimônia oficial do concerto que Deus fez
S
Terça - Êx 19.8
Israel faz voto de fidelidade e obediência à lei de Deus
T
Quarta - Gn 15.18
Deus já havia feito um concerto com Abraão
Q
Quinta - Gn 26.28-30
Era comum celebrar um concerto com festa
Q
Sexta - Rm 7.12
A lei é santa e veio de Deus, portanto, era preciso observá-la
S
Sábado - Ne 8.1
A origem da lei é o próprio Deus, por isso era preciso obedecer-lhe.
S


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Êxodo 20.18-22, 24; 24.4, 6-8.
20.18 - E todo o povo viu os trovões, e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso, retirou-se e pôs-se de longe.
19 - E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos; e não fale Deus conosco, para que não morramos.
20 - E disse Moisés ao povo: Não temais, que Deus veio para provar-vos e para que o seu temor esteja diante de vós, para que não pequeis.
21 - E o povo estava em pé de longe: Moisés, porém, se chegou à escuridade onde Deus estava.
22 - Então, disse o SENHOR a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: Vós tendes visto que eu falei convosco desde os céus.
24 - Um altar de terra me farás e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos, e as tuas ofertas pacíficas, e as tuas ovelhas, e as tuas vacas: em todo lugar onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei ali e te abençoarei.
24.4 - E Moisés escreveu todas as palavras do SENHOR, e levantou-se pela manhã de madrugada, e edificou um altar ao pé do monte e doze monumentos, segundo as doze tribos de Israel;
6 - E Moisés tomou a metade do sangue e a pôs em bacias; e a outra metade do sangue espargiu sobre o altar.
7 - E tomou o livro do concerto e o leu aos ouvidos do povo, e eles disseram: Tudo o que o SENHOR tem falado faremos e obedeceremos.
8 - Então, tomou Moisés aquele sangue, e o espargiu sobre o povo, e disse: Eis aqui o sangue do concerto que o SENHOR tem feito convosco sobre todas estas palavras.


OBJETIVO GERAL

Explicar o processo de desenvolvimento da Lei de Deus


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: Abaixo, os objetivos específicos referem-se aos que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
I. Conhecer como a Lei foi promulgada;
II. Afirmar a autoria de Moisés, e
III. Conceituar "Concerto" ou "Aliança".
IV. Classificar os sacrifícios que foram estabelecidos com a Lei

domingo, 28 de dezembro de 2014

E.B.D. NA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA

MAIS UMA VEZ A IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA FECHOU O TRIMESTRE DA E.B.D. COMO JÁ É TRADIÇÃO, HOUVE UM SUCULENTO CAFÉ DA MANHÃ E SORTEIOS DE VALIOSOS PREMIOS. MESMO MUITA GENTE VIAJANDO ,FOI UMA BENÇÃO. PARABÉNS PARA NOSSA ESCOLA BIBLICA DOMINICAL!!


segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA EM EXPANSÃO

A IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE GUIRATINGA INAUGUROU A SUA MAIS NOVA CONGREGAÇÃO. FOI NO BATUVI QUE É UM DISTRITO DA CIDADE DE TESOURO, QUE TAMBÉM É CAMPO DE GUIRATINGA. FOI UMA FESTA MARAVILHOSA. UM LINDO TEMPLO FOI INAUGURADO. O REINO DE DEUS CRESCE, A IGREJA MARCHA FIRME E O NOME DO SENHOR SEMPRE EXALTADO.
CLICK EM MAIS INFORMAÇÕES E EM SEGUIDA CLICK NA PRIMEIRA  FOTO E VEJA TODAS AMPLIADAS.

UM TIPO DO FUTURO ANTICRISTO - LIÇÃO 12 COM SUBSIDIOS


Resultado de imagem para daniel lição 4º trimestre

Lições Bíblicas CPAD  -   Jovens e Adultos
 4º Trimestre de 2014

 Título: Integridade Moral e Espiritual — O legado do livro de Daniel para a Igreja de hoje,
Comentarista: Elienai Cabral



Lição 12: Um Tipo do futuro Anticristo
Data: 21 de Dezembro de 2014

TEXTO ÁUREO

“Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição” (2Ts 2.3).

VERDADE PRÁTICA

As conquistas ditatoriais e as atrocidades de Antíoco Epifânio dão uma noção do que será o futuro Anticristo na Grande Tribulação.

HINOS SUGERIDOS

8, 123, 191.

LEITURA DIÁRIA

Segunda - Dn 7.7,8 O pequeno chifre do animal espantoso
Terça - 1Jo 2.22  O “mentiroso”
Quarta - 1Jo 2.18  O “anticristo”
Quinta - 2Ts 2.3,8 O “homem da iniquidade”
Sexta - Mt 24.15  O abominável da desolação
Sábado - 2Ts 2.8; Ap 19.20  O Anticristo será lançado no Lago de Fogo

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Daniel 11.1-3,21-23,31,36.

1 - Eu, pois, no primeiro ano de Dario, medo, levantei-me para o animar e fortalecer.
2 - E, agora, te declararei a verdade: Eis que ainda três reis estarão na Pérsia, e o quarto será cumulado de grandes riquezas mais do que todos; e, esforçando-se com as suas riquezas, agitará todos contra o reino da Grécia.
3 - Depois, se levantará um rei valente, que reinará com grande domínio e fará o que lhe aprouver.
21 - Depois, se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real; mas ele virá caladamente e tomará o reino com engano.
22 - E, com os braços de uma inundação, serão arrancados de diante dele; e serão quebrantados, como também o príncipe do concerto.
23 - E, depois do concerto com ele, usará de engano; e subirá e será fortalecido com pouca gente.
31 - E sairão a ele uns braços, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o contínuo sacrifício, estabelecendo a abominação desoladora.
36 - E esse rei fará conforme a sua vontade, e se levantará, e se engrandecerá sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito.

INTERAÇÃO

Quando encerramos a leitura do Antigo Testamento e deparamo-nos com o primeiro livro do Novo Testamento, o Evangelho de Mateus, nós não imaginamos o lapso de tempo que representa passar de uma página a outra. Foram aproximadamente quatrocentos anos de um período considerado “o silêncio de Deus”. Entretanto, acontecimentos proféticos cumpriram-se neste período onde surgiu um personagem na história, considerado por muitos o Anticristo, mas considerado pelos principais estudiosos do Antigo Testamento, uma figura do Anticristo: Antíoco Epifânio. Um personagem importante na história bíblica e secular.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Conhecer as predições proféticas do capítulo onze de Daniel.
Destacar o caráter perverso de Antíoco Epifânio, o imperador da Síria.
Saber que Antíoco Epifânio prefigura o Anticristo que há de vir.